SILVIA GARCIA - 37 ANOS DE DEDICAÇÃO E COMPROMETIMENTO COM SUA SAÚDE AUDITIVA!

DEFICIÊNCIA AUDITIVA – ENTENDA MAIS SOBRE O ASSUNTO

Silvia Garcia      quinta-feira, 22 de junho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A deficiência auditiva atinge um número surpreendente de 360 milhões de pessoas em todo o mundo e metade desses casos são por causas desconhecidas.

Mulher concentrada prestando atenção Foto gratuita

Seus familiares reclamam do volume do som da sua televisão, ou você tem alguma dificuldade em escutar as pessoas à sua volta? Quando você coloca uma música para escutar incomoda os outros?

Caso você tenha se identificado com essas perguntas, é provável que sofra com algum grau de deficiência auditiva, mesmo que seja pequeno.

A deficiência auditiva costuma ter maior ocorrência em indivíduos com idade entre 40 e 60 anos de idade, portanto, é aconselhado que indivíduos nessa faixa etária procurem ajuda profissional por precaução.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 360 milhões de pessoas sofrem com deficiência auditiva atualmente no mundo e 1,1 bilhão correm o risco de sofrer perda auditiva por exposição a determinados ruídos como, por exemplo, músicas muito altas.

Levando em consideração que 5% da população do mundo sofre com algum grau de deficiência auditiva, o assunto é pertinente e merece ser mais abordado.

O que é deficiência auditiva?

Deficiência auditiva é a perda total ou ainda parcial da audição que pode ser ocasionada por causa genética (má formação) ou lesões no aparelho auditivo ou na orelha.

Graus da deficiência auditiva

Perda auditiva leve: é a incapacidade de ouvir sons e ruídos abaixo de 30 decibéis. Pode ser corrigido com aparelho auditivo.

Perda auditiva moderada: é a incapacidade de ouvir sons ou ruídos abaixo dos 50 decibéis. Pode ser corrigido com aparelho auditivo.

Perda auditiva severa: é a incapacidade de ouvir sons ou ruídos abaixo de aproximadamente 80 decibéis. O aparelho pode corrigir alguns casos e outros não.

Perda auditiva profunda: É a incapacidade de ouvir sons ou ruídos abaixo de aproximadamente 91 decibéis.

Dificuldades de quem possui deficiência auditiva

As maiores dificuldades relacionadas à deficiência auditiva estão, primeiramente, em detectar o problema, já que fica mais difícil em crianças e em pessoas que possuem um grau de deficiência auditiva leve.

Outra dificuldade é para conseguir tratamento. Não é tão fácil conseguir atendimento gratuito nessa esfera e mesmo quando há um atendimento primário, existe ainda muita dificuldade em levar o tratamento adiante.

A aceitação do problema também é uma fase que leva um tempo e que atrasa ainda mais a solução da deficiência.

Considerações finais

É importante que as pessoas saibam que o problema de deficiência auditiva não é algo tão raro quanto parece ser e que, na a maioria das vezes, existe tratamento para o problema e esse tratamento permite que o indivíduo leve uma vida absolutamente normal.

Assista a esse vídeo e saiba mais detalhes sobre a deficiência auditiva.

https://youtu.be/3zHfMrnYtVc

Comentários

Últimos Artigos

MOTRICIDADE OROFACIAL: VOCÊ SABE O QUE É?

quinta-feira, 22 de junho de 2017

DEFICIÊNCIA AUDITIVA – ENTENDA MAIS SOBRE O ASSUNTO

quinta-feira, 22 de junho de 2017

ZUMBIDO E PERDA AUDITIVA – DESCUBRA QUAL A RELAÇÃO

quinta-feira, 22 de junho de 2017

DIFICULDADE PARA OUVIR? O QUE FAZER?

quinta-feira, 22 de junho de 2017